Professora morre após acidente com paraquedas no PR

A professora universitária Sônia Stamm, de 57 anos, morreu no último domingo, 16, após um acidente de paraquedas em Pato Branco (PR). Segundo a Polícia Civil, Stamm chegou a ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros, mas morreu no local da queda, uma plantação de soja.

MARÍLIA LOPES, Agência Estado

21 de janeiro de 2011 | 17h10

A suspeita é de que a professora não tenha conseguido abrir corretamente seu equipamento durante o salto. Mas a polícia irá investigar se a falha foi apenas da vítima ou se houve negligência dos organizadores do salto. Segundo o instrutor Marcos Macagnan, do grupo de paraquedismo Pato Loco, a vítima já havia saltado outras vezes e fazia um curso com o grupo.

A delegada que investiga o caso, Franciela Alberton, afirmou que no dia do acidente foi feita uma perícia no local da queda. E que o Instituto de Criminalística (IC) recolheu os materiais utilizados no salto para realizar a perícia. Após o resultado do laudo, a delegada deve chamar os instrutores que acompanhavam Stamm para prestar depoimento.

Tudo o que sabemos sobre:
acidenteparaquedasSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.