Professores da rede municipal marcam protesto para hoje por melhores salários

O Sindicato dos Profissionais de Educação do Ensino Municipal de São Paulo (Sinpeem) convocou os docentes e demais servidores de rede para participar de uma manifestação hoje à tarde em frente à Secretaria Municipal de Gestão. As principais reivindicações são incorporação das gratificações criadas em 2006, reposição das perdas salariais e aumento real de 34%.

, O Estado de S.Paulo

23 de abril de 2010 | 00h00

A lista de pedidos foi entregue à secretaria dia 16 de março.

O governo paulistano acredita que o movimento terá baixa adesão e orienta os pais a levarem normalmente seus filhos à escola.

O piso salarial de um professor municipal com licenciatura, para a jornada de 40 horas de aula por semana, é de R$1.950. A rede municipal conta atualmente com 2.996 escolas, 81 mil servidores - sendo 53 mil deles professores - e quase 1 milhão de estudantes matriculados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.