Professores do Estado do Rio entram em greve

O Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do Rio de Janeiro (Sepe) decidiu entrar em greve por tempo indeterminado em assembleia feita ontem. De acordo com o sindicato, a greve se dá porque o governo não atendeu a nenhuma das reivindicações da categoria. A categoria estadual pede reajuste salarial de 26%, incorporação imediata da gratificação do Programa Nova Escola e descongelamento do plano de cargos dos funcionários administrativos das escolas estaduais.

CAROLINA SPILLARI, Agência Estado

08 Junho 2011 | 18h53

Conforme o Sepe, as escolas continuarão paradas até que o governador Sérgio Cabral reabra as negociações, com uma contraproposta às reivindicações. Em nota divulgada hoje, o sindicato dos professores afirma que a greve não está relacionada com a movimentação dos bombeiros, mas isso não impede que a categoria faça manifestações em conjunto com os servidores públicos por melhores salários.

Mais conteúdo sobre:
educação greve professor RJ

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.