Professores do Rio protestam perto do Palácio Guanabara

Depois de uma passeata e de um ato no Largo do Machado, professores das redes estadual, municipal e da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), em greve há mais de dois meses, estão protestando nas proximidades do Palácio Guanabara no Rio.

ADRIANO BARCELOS, Agência Estado

10 Outubro 2013 | 15h46

Um cordão de isolamento, com uma coluna de policiais militares munidos de escudos e cassetetes, está contendo os manifestantes na rua Pinheiro Machado, na altura da rua Alvaro Chaves, imediações da sede do Fluminense F.C.

Eles insistem em prosseguir e se aproximaram da linha dos PMs, gerando ambiente de tensão. O grupo está parado no bairro de Laranjeiras há 1h20. A direção do Sindicato dos Profissionais de Educação (Sepe) tenta fazer que uma comissão seja recebida pelo governo Sérgio Cabral Filho (PMDB), mas até o momento o governador não enviou sinalização nesse sentido.

O policiamento no local está sendo reforçado pela PM, e os professores ameaçam permanecer no local.

Mais conteúdo sobre:
professores Rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.