Professores em greve ocupam prédio de secretaria no RJ

Cerca de cem profissionais da educação das escolas estaduais do Rio de Janeiro ocupam desde o início desta tarde a sede da Secretaria Estadual de Educação, no centro da cidade. Outros 500 profissionais permanecem do lado de fora aguardando as negociações.

MARCELA GONSALVES, Agência Estado

12 de julho de 2011 | 14h17

Segundo o Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do Rio (Sepe-RJ), policiais militares do Batalhão de Choque jogaram gás de pimenta nos professores e funcionários. A assessoria da Polícia Militar (PM) disse que não tem informações sobre o ocorrido.

Os profissionais da educação estão em greve desde o dia 7 de junho. Eles querem melhores salários e condições de trabalho e afirmam que o governador não apresentou propostas concretas para atender às suas reivindicações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.