Professores em greve se acorrentam em praça de MG

No dia em que o resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) mostra a superioridade das escolas particulares sobre as instituições públicas, professores mineiros da rede estadual, em greve há 98 dias, se acorrentaram ao Pirulito da Praça Sete, um monumento localizado no centro de Belo Horizonte.

AE, Agência Estado

12 de setembro de 2011 | 13h38

Cerca de 30 docentes usam nariz de palhaço e levantam cartazes em protesto contra a falta de acordo com o governo do Estado. Os representantes dos grevistas prometem ficar no local o dia todo. Eles reivindicam o piso nacional da categoria.

Lideranças do sindicato da categoria, o Sindi-Ute, e deputados da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia mineira devem protocolar hoje pedido de investigação no Ministério Público sobre denúncias de que alguns professores estariam sofrendo intimidações por parte da polícia de Minas. O governo mineiro nega as acusações.

Tudo o que sabemos sobre:
greveprofessoresMG

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.