Professores param pela segunda vez na Bahia

ENSINO

, O Estado de S.Paulo

30 de abril de 2010 | 00h00

Os professores da rede estadual de ensino na Bahia promoveram ontem a segunda paralisação de 24 horas no ano para cobrar agilidade da Justiça no julgamento da ação na qual reivindica ressarcimento de 10,8% nos salários dos docentes, montante que teria sido perdido durante o processo de criação da Unidade Real de Valor (URV), em 1994.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.