Profissionais da saúde fazem protesto na Av. Paulista

Cerca de 300 trabalhadores da área da saúde iniciaram, por volta das 11h desta sexta-feira, uma manifestação na Avenida Paulista, em São Paulo, segundo informações da Polícia Militar.

GHEISA LESSA, Agência Estado

20 Abril 2012 | 13h01

Os profissionais da saúde do Estado de São Paulo estavam reunidos no vão livre do Museu de Arte de São Paulo (MASP) e, de acordo com o Sindicato dos Profissionais da Saúde de São Paulo, o SindiSaúde, pretendiam sair em passeata pela Rua Bela Cintra, em direção à Secretaria da Saúde ou Secretaria de Gestão Pública.

Conforme informações do SindiSaúde, desde o dia 13, os profissionais estão promovendo paralisações, após decisão tomada em assembleia no dia 23 de março.

A assessoria da entidade afirma que as principais reivindicações são reajuste salarial de 26%, referente à data-base do mês de março deste ano, aumento do auxílio-alimentação de R$ 4,00 para R$ 25, jornada de trabalho de 30 horas semanais, aposentadoria especial e concursos públicos para suprir a falta de pessoas nas unidades.

Ainda conforme o sindicato, as paralisações estão ocorrendo porque o governo não estaria aberto às negociações. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), a manifestação não prejudica o tráfego de veículos da região.

Mais conteúdo sobre:
saúdeprotesto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.