Profissional que contraiu Ebola nos Estados Unidos usava equipamento de proteção

O trabalhador de saúde de um hospital de Dallas, que se tornou a primeira pessoa a contrair Ebola nos Estados Unidos, estava usando equipamento de proteção ao tratar do paciente original, que morreu da doença, disse um funcionário do hospital do Texas, neste domingo.

REUTERS

12 de outubro de 2014 | 10h46

O funcionário não revelou o nome do paciente ou outros detalhes da pessoa, além de dizer que o profissional de saúde está em condição estável.

O Hospital Presbyterian, do Texas, está confiante de que as precauções que estão no local irão proteger os trabalhadores ao interagir com os pacientes, disse o Dr. Daniel Varga, diretor clínico-chefe do hospital.

"Estamos confiantes de que as precauções estão protegendo os profissionais de saúde", disse ele em uma coletiva de imprensa.

Varga disse que o profissional de saúde infectado estava vestindo roupas de proteção quando atendia o paciente infectado original Thomas Eric Duncan.

Duncan, um liberiano que contraiu a doença durante uma visita aos Estados Unidos, morreu no hospital do Texas na quarta-feira.

A CNN disse que o profissional de saúde é uma enfermeira.

(Por Frank McGurty)

Mais conteúdo sobre:
EBOLAEUAPROTECAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.