Richard Drew/AP
Richard Drew/AP

Projeto atômico iraniano está mais imprevisível, diz Israel

Irã obteve progressos significativos e surpreendentes no desenvolvimento de armas nucleares

Reuters

09 de agosto de 2012 | 10h57

TEL-AVIV - As ações nucleares do Irã estão se tornando cada vez mais imprevisíveis para os serviços israelenses e norte-americanos e isso dá mais urgência aos esforços para dissuadir Teerã de desenvolver armas nucleares, disse o ministro da Defesa de Israel, Ehud Barak, nesta quinta-feira, 9.

Veja também:

linkIrã testa nova versão de míssil de curto alcance

linkIrã destruiria 35 bases dos EUA se atacado

forumCURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

Ele comentava uma reportagem do jornal Haaretz, segundo a qual o presidente dos EUA, Barack Obama, havia recebido uma Estimativa de Inteligência Nacional (EIN) dando conta de que o Irã obteve progressos significativos e surpreendentes no desenvolvimento de armas atômicas.

"Provavelmente realmente existe tal relatório norte-americano de inteligência --não sei se é uma EIN-- rodando pelos principais gabinetes (de Washington)", disse Barak à Rádio Israel.

"Até onde sabemos, ela traz a avaliação norte-americana mais próxima da nossa..., torna a questão iraniana ainda mais urgente e (mostra que está) menos claro e certo que iremos saber tudo a tempo sobre seu constante progresso rumo à capacidade nuclear militar."

Israel, considerada a única potência nuclear do Oriente Médio, vê o programa nuclear iraniano como uma ameaça à sua existência, e não descarta atacar militarmente as instalações atômicas da República Islâmica para impedir o desenvolvimento de armas atômicas. Teerã nega ter a intenção de desenvolver bombas atômicas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.