Promotor terá de explicar comentário no Facebook

O promotor Rogério Zagallo terá de responder às Corregedorias nacional e estadual do MP depois de dizer, pelo Facebook, que arquivaria inquéritos de PMs que matassem ativistas do Passe Livre. "Pode avisar a Tropa de Choque que essa região faz parte do meu Tribunal do Júri." Na segunda-feira, 10, disse que tudo "foi uma forma de expressão". Zagallo é professor de Direito do Mackenzie, cujo centro acadêmico divulgou nota criticando as declarações "que não são as primeiras nesse sentido". As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

AE, Agência Estado

11 de junho de 2013 | 09h13

Tudo o que sabemos sobre:
tarifaônibuspromotor

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.