Pronto para comprar tudo de novo?

TVs, celulares, notebooks, câmeras – a CES 2008, que aconteceu semana passada nos EUA, traz as novidades do futuro

14 Janeiro 2008 | 00h00

Celular, computador, câmera, TV digital... Querendo ou não, você ainda vai comprar tudo isso de novo, pela enésima vez. E vai adorar fazer isso: na feira Consumer Electronics Show 2008, que é uma das maiores do mundo e aconteceu semana passada em Las Vegas, a indústria de tecnologia mostrou argumentos de sobra para convencer qualquer pessoa. O que dizer, por exemplo, da arrasadora televisão de 150 polegadas, levada à feira pela Panasonic? Além do tamanho alucinante – na diagonal, a tela de plasma mede 3,7 metros –, ela é a primeira do tipo QuadHD: com resolução de 4.000 x 2.000 pontos, tem quatro vezes mais qualidade de imagem que as atuais TVs de alta definição. Por enquanto, a tecnologia QuadHD só é viável em telas muito grandes, acima de 80 polegadas. Mas duas outras novidades prometem turbinar as TVs comuns. A primeira é a tecnologia OLED (Organic Emitting Light Display), que vai deixar as TVs ainda mais finas – 1 cm de espessura. Na feira, a Samsung mostrou um protótipo de 31 polegadas (até então, a maior OLED tinha apenas 11"). E a televisão a laser, da Mitsubishi, arrepiou os visitantes da feira. Como o laser emite uma luz muito pura, e muito concentrada, ela supostamente é capaz de reproduzir duas vezes mais cores do que as telas convencionais – e com contraste praticamente infinito. Segundo a Mitsubishi, a TV a laser chega ao mercado até o Natal – e terá preço similar ao das telas de plasma de LCD. Já pensou ter uma dessas em casa? E para acompanhar, que tal uma filmadora com 120 GB de memória? Ou uma câmera digital furiosa, que tira 60 fotos por segundo? Talvez você prefira um notebook... Serve um com 1 terabyte (1000 gigabytes) de capacidade? Parece ficção científica, né? Mas é tudo verdade – e estava na CES. A seguir, confira os melhores momentos da feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.