Andre Dusek/Estadão
Andre Dusek/Estadão

Protesto contra ataques à Gaza reúne 15 em Brasília

Ato foi convocado pela Internet, por meio de duas páginas no Facebook, nas quais cerca de 300 pessoas confirmaram presença

NIVALDO SOUZA, Agência Estado

19 de julho de 2014 | 11h30

A ofensiva militar de Israel contra alvos do Hamas na Faixa de Gaza, que já deixou 300 mortos, segundo informou nesta sábado (19) a agência de notícias EFE, levou um grupo de manifestantes a se reunir em frente ao Palácio do Itamaraty para protestar contra ocupação por terra do território palestino.

Cerca de 15 pessoas se reúnem neste momento em frente a sede do Ministério das Relações Exteriores pedindo um cessar-fogo israelense. O ato foi convocado pela Internet, por meio de duas páginas no Facebook, nas quais cerca de 300 pessoas confirmaram presença.

O aposentado Pedro Chequer, ex-funcionário da Organização das Nações Unidas (ONU) em países como Angola, Chile e Uruguai, afirma que o ato "não é contra o povo judeu". "Somos um grupo espontâneo de pessoas que veio para registrar repúdio ao que está acontecendo na Faixa de Gaza. Israel está fazendo, com sua política racista contra o povo palestino, um extermínio", disse.

O confronto em Gaza completa 12 dias hoje e desde a última quinta-feira (17), Israel iniciou um ataque terrestre, naval e por ar na região. Neste sábado, os soldados israelenses em tanques e tratores ocuparam a parte leste da fronteira com a Faixa de Gaza.

Tudo o que sabemos sobre:
ProtestoBrasíliaGaza

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.