Protesto deixa papel higiênico na Câmara de Alfenas-MG

A Câmara de Alfenas (MG) amanheceu nesta terça-feira cheia de papel higiênico nos portões e na grade da frente do prédio. Isso foi resultado do protesto realizado na noite desta segunda-feira, 24, quando foi realizada a última sessão dos vereadores da cidade antes do recesso de julho. Dezenas de manifestantes, revoltados com medidas como o aumento de salários dos vereadores e a contratação de assessores, fizeram muito barulho no local e, por fim, espalharam papel por todo lado. A manifestação também foi contra os gastos de viagens que seriam exagerados.

AE, Agência Estado

25 de junho de 2013 | 20h33

Antes de espalhar o papel higiênico na frente do prédio, os manifestantes foram até o plenário e afirmaram que aquilo simbolizava a limpeza necessária no local. Eles também gritavam frases como: "Vamos parar com a bandalheira, a coisa pública não é brincadeira". O grupo ficou de apresentar projetos de iniciativa popular - o primeiro deles para revogar a contratação de 17 assessores.

Tudo o que sabemos sobre:
ProtestosCâmara MunicipalAlfenas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.