Protesto pelo passe livre para capital do ES

Depois de parar o trânsito nas principais vias do centro de Vitória por aproximadamente seis horas, na manhã de hoje, os protestos pelo passe livre nos ônibus continuam na Capital capixaba. Os universitários também pedem a redução do preço da passagem, que aumentou de R$ 2,15 para R$ 2,30 nos ônibus do sistema Transcol e de R$ 2 para R$ 2,20 nos coletivos municipais.

CÍNTIA BRIGHENTI, Agência Estado

02 Junho 2011 | 21h09

Por volta das 17 horas, cerca de mil estudantes seguiram à pé pela Avenida Fernando Ferrari, próximo à Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), onde a polícia usou bombas de efeito moral e balas de borracha para liberar a pista, em direção à Terceira Ponte, principal ligação entre Vitória e a região sul do Estado.

Policiais do Batalhão de Missões Especiais (BME) já estão nas imediações da praça do pedágio. A Terceira Ponte chegou a ser bloqueada pelos policiais do BME por volta das 18h20 por aproximadamente trinta minutos. O Secretário de Estado de Transportes e Obras, Fábio Ney Damasceno, explica que está disposto a manter o diálogo com os estudantes, mas que o valor da tarifa não será reduzido.

Mais conteúdo sobre:
transporte ES protesto

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.