Protesto reúne 5 mil pessoas em Marília (SP)

Cerca de cinco mil manifestantes, incluindo idosos e crianças, participaram no começo da noite desta sexta-feira da manifestação no centro de Marília, no interior paulista, para exigir melhorias na Saúde, Educação e transporte coletivo. Os organizadores do movimento "O Gigante Acordou" esperavam ao menos dez mil pessoas, já que foram enviados mais de 77 mil convites pelo Facebook. Os participantes se reuniram na Igreja de São Bento desde as 17 horas e, uma hora depois, marcharam pela Rua 9 de Julho, Avenida Sampaio Vidal e Praça Saturnino de Brito.

SANDRO VILLAR, Agência Estado

21 de junho de 2013 | 20h25

O protesto durou menos de uma hora e meia no centro da cidade. O policiamento de trânsito implantou um esquema para garantir a passagem das pessoas. Não houve atos de vandalismo, mas alguns participantes carregavam fogos de artifício.

A intenção dos manifestantes era prosseguir com a marcha, bloqueando uma das estradas da região. Segundo a Polícia Rodoviária, eles foram para a Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294). "Estamos montando um esquema de segurança para evitar acidentes", afirmou um vigilante rodoviário.

Tudo o que sabemos sobre:
protestosMarília

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.