Protesto reúne 6 mil pessoas em Fortaleza

O Dia Nacional de Lutas no Ceará foi marcado por uma manifestação de 6 mil pessoas na Praça do Ferreira, no Centro de Fortaleza. A concentração puxada pelas centrais sindicais foi pacífica, mas as passeatas que seguiram para a Praça do Ferreira aconteceram com vandalismos.

LAURIBERTO BRAGA, Agência Estado

11 de julho de 2013 | 17h16

A sede da Prefeitura de Fortaleza foi pichada e um carro de reportagem da TV Cidade (afiliada da Rede Record) também foi pichado. Canteiros de obras foram invadidos. Terminais de ônibus foram bloqueados.

Estradas estaduais e federais também tiveram bloqueio, a exemplo do Porto do Pecém. O maior hospital de emergência do Ceará, o Instituto José Frota, em Fortaleza, foi fechado pela manhã por servidores da área de Saúde.

Além de trabalhadores as manifestações contaram com as presenças de servidores públicos municipais e estudantes.

Mais conteúdo sobre:
protestosCE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.