Protestos contra 'médico importado' ocorrem amanhã

Médicos de todo o País farão uma paralisação nesta quarta-feira, 3, contra a "importação" de médicos estrangeiros para atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS). Atendimentos de urgência e emergência serão mantidos. Os demais protestos nesta semana em São Paulo devem ser definidos por uma assembleia geral popular, convocada para esta terça-feira, 2, às 18 horas, na Assembleia Legislativa do Estado (Alesp).

FERNANDA BASSETE E CLARICE CUDISCHEVITCH, Agência Estado

02 de julho de 2013 | 07h33

Também para esta quarta-feira está marcado um ato contra a desocupação do Prédio Margarida Maria Alves, na Luz (região central), onde vivem mais de 60 famílias desde janeiro. O grupo reivindica políticas públicas de habitação. Ainda nesta quarta, no Rio, haverá manifestação contra o arquivamento das investigações sobre as empresas de ônibus, às 18h30, na frente do Tribunal de Contas do Município (TCM). Brasília também terá protesto quarta-feira, mas pela saída do presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), do cargo. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Mais conteúdo sobre:
ProtestosBrasilmédicos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.