PSDB pede ao STF a quebra de sigilo de operação da PF

O PSDB apresentou um requerimento ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quarta-feira, pedindo a suspensão do segredo de justiça em torno de uma das operações da Polícia Federal sobre rede de jogos ilegais que gerou uma CPI no Congresso Nacional.

REUTERS

09 de maio de 2012 | 19h48

A CPI mista investiga as relações políticas e empresariais do acusado de chefiar uma rede de jogos ilícitos, Carlinhos Cachoeira. Ao enviar os dados da operação no fim de abril, o ministro do STF, Ricardo Lewandowski, determinou que o sigilo fosse respeitado.

"Ocorre que, na prática, o sigilo já não mais existe, pois todo o procedimento investigatório da Operação Vegas foi disponibilizado através da Internet", afirma o PSDB no documento encaminhado ao Supremo. "Claro está que inexistem razões de fato a justificar a manutenção do sigilo."

O requerimento é assinado pelos deputados Bruno Araújo (PE), líder do partido na Câmara, e Carlos Sampaio (SP), integrante da CPI.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Mais conteúdo sobre:
POLITICASTFSIGILO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.