PSDB pede ao STF a quebra de sigilo de operação da PF

O PSDB apresentou um requerimento ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quarta-feira, pedindo a suspensão do segredo de justiça em torno de uma das operações da Polícia Federal sobre rede de jogos ilegais que gerou uma CPI no Congresso Nacional.

REUTERS

09 Maio 2012 | 19h48

A CPI mista investiga as relações políticas e empresariais do acusado de chefiar uma rede de jogos ilícitos, Carlinhos Cachoeira. Ao enviar os dados da operação no fim de abril, o ministro do STF, Ricardo Lewandowski, determinou que o sigilo fosse respeitado.

"Ocorre que, na prática, o sigilo já não mais existe, pois todo o procedimento investigatório da Operação Vegas foi disponibilizado através da Internet", afirma o PSDB no documento encaminhado ao Supremo. "Claro está que inexistem razões de fato a justificar a manutenção do sigilo."

O requerimento é assinado pelos deputados Bruno Araújo (PE), líder do partido na Câmara, e Carlos Sampaio (SP), integrante da CPI.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Mais conteúdo sobre:
POLITICASTFSIGILO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.