PT exalta herança de Lula e prega continuidade de Dilma

Resolução aprovada pelo diretório nacional do PT nesta quinta-feira, antes dos discursos que comemoraram os 31 anos da legenda, detalha a herança do governo Lula e afirma que a gestão da presidente Dilma Rousseff tem a missão de aprofundar este legado.

REUTERS

10 de fevereiro de 2011 | 21h12

"O terceiro governo democrático e popular será o da continuidade e do aprofundamento da grande transformação iniciada há oito anos no país pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva", diz o texto de 26 parágrafos.

Para o partido, "as tarefas centrais do período que se abre com as eleições de outubro passado são as de consolidar e aprofundar o crescimento econômico do país, com expansão do emprego e forte distribuição de renda, equilíbrio macroeconômico e redução da vulnerabilidade externa e preservação ambiental".

Em uma crítica à oposição, o documento afirma que o partido viabilizou uma alternativa antagônica "do privilégio e da miséria".

"No centro das reivindicações está a meta de eliminar a pobreza absoluta, objetivo maior para lograr uma efetiva democracia econômica e social", prega, reiterando promessa da presidente.

O partido também reitera apoio à gestão Dilma, procurando afastar divisões. "Cabe ao PT ser a principal base de apoio do governo Dilma", determina. A legenda exalta a necessidade da reforma política e afirma que "olha com orgulho para seu passado", sem mencionar o escândalo do mensalão que eclodiu em 2005 e que está em julgamento pelo Supremo Tribunal Federal.

(Reportagem de Carmen Munari)

Tudo o que sabemos sobre:
POLITICAPTRESOLUCAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.