AP
AP

Putin diz à mãe de político opositor morto que assassinos serão punidos

REUTERS

28 Fevereiro 2015 | 12h04

O presidente russo, Vladimir Putin, prometeu neste sábado à mãe do político de oposição assassinado Boris Nemtsov que tudo será feito para encontrar e punir os assassinos de seu filho, de acordo com informações do Kremlin.

Nemtsov, de 55 anos, levou quatro tiros nas costas perto do Kremlin, no centro de Moscou na sexta-feira e, no sábado, simpatizantes do político colocaram flores no lugar onde ele foi morto.

Em um telegrama para Dina Eydman, mãe de Nemtsov, Putin disse: "Tudo será feito para que os organizadores e executores desse crime vil e cínico sejam punidos".

Ele disse que Nemtsov deixou uma marca na história da Rússia, na política e na vida pública e que ele sempre defendeu seu ponto de vista honestamente.

Ex-vice-primeiro-ministro que temia ser assassinado, Nemtsov é a figura mais proeminente da oposição morta durante os 15 anos de governo de Putin.

Mais conteúdo sobre:
MUNDO RUSSIA PUTIN MAE NEMTSOV*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.