Putin indica nome inesperado para premiê na Rússia

Escolhido é investigador de crimes financeiros; analistas esperavam nome conhecido.

BBC Brasil, BBC

12 de setembro de 2007 | 16h55

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, indicou nesta quarta-feira um nome inesperado para o cargo de primeiro-ministro do país: Victor Zubkov, o diretor do serviço federal de monitoramento financeiro russo.A expectativa de analistas era de que Putin nomeasse para o cargo algum político de mais projeção e mais conhecido no país, como os vice-primeiros-ministros Sergei Ivanov ou Dmitry Medvedev. Os dois são considerados possíveis sucessores do presidente, que deixa o poder no ano que vem.Zubkov, cuja indicação deve ser votada pela câmara baixa do Parlamento russo na sexta-feira, foi escolhido para substituir Mikhail Fradkov, que pediu afastamento do cargo nesta quarta-feira.Ao apresentar seu pedido de saída do governo, Fradkov citou como motivo a aproximação de "eventos políticos significativos" no país, segundo a agência de notícias russa Itar-Tass.Putin e Zubkov, que vinha trabalhando na investigação de crimes financeiros, mantêm ligações desde o início dos anos 90, quando os dois trabalharam juntos na prefeitura da cidade de São Petersburgo.Se confirmado como primeiro-ministro, Zubkov estará em uma posição favorável para se candidatar à Presidência no lugar de Putin.No entanto, segundo o correspondente da BBC em Moscou Rupert Wingfield-Hayes, poucos acreditam que Zubkov esteja entrando na corrida presidencial.O correspondente disse que, para muitos analistas, Zubkov foi indicado para garantir uma transição suave entre Putin e seu sucessor.Nenhum nome de peso na política russa já anunciou a candidatura à Presidência, e Putin ainda não endossou publicamente ninguém para substituí-lo no Kremlin.A Constituição russa impede o atual presidente de buscar um terceiro mandato nas eleições de março. Em dezembro, a Rússia também terá eleições parlamentares.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.