Quadrilha de 'senhoras' é acusada de furtos em shopping

A polícia cearense prendeu ontem Sônia Maria Barbosa, acusada de liderar um grupo formado por cinco mulheres acima de 50 anos que furtavam pertences de clientes em shoppings, lojas, padarias e até em capelas. Ela foi detida em uma padaria da Aldeota, bairro nobre de Fortaleza. A quadrilha que já vinha sendo investigado pela polícia havia três meses. Ela foi reconhecida como sendo uma das mulheres filmadas pelo circuito de um shopping da cidade. As imagens mostram as mulheres chegando juntas em um táxi. Dentro do shopping, elas se dividiam.De acordo com o inspetor Ely Miranda, enquanto quatro delas distraíam as vítimas, pedindo uma informação qualquer, uma outra furtava cartões e dinheiro. Sônia foi flagrada tirando R$ 100 de uma cliente de uma padaria. O dono do estabelecimento, Érico Machado, acionou policiais do Ronda do Quarteirão, polícia que atua nos bairros de Fortaleza. Ele disse que Sônia já havia feito uma compra de R$ 200 na padaria, 19 dias atrás, com um cartão de crédito roubado. No 2º Distrito Policial, para onde foi levada, Sônia negou o furto e não se reconheceu nas imagens.

CARMEN POMPEU, Agencia Estado

04 de junho de 2008 | 15h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.