Quilombo turístico

Quem visita Ivaporunduva pode dar a sorte de voltar para casa com farinha de mandioca fresquinha - isto se sobrar um pouco para vender. Ou com ovo caipira, banana orgânica, tudo de lá. Fundada em meados do século 17 por escravos fugitivos, a comunidade quilombola viveu durante muito tempo da agricultura de subsistência, da extração do palmito juçara e do cultivo de banana. Com a titulação das terras, conseguido em 2008, o quilombo também virou atração turística.

O Estado de S.Paulo

28 Outubro 2010 | 01h13

Comunidade Quilombola de Ivaporunduva Tel. (13) 3879-5000. Visita só com horário marcado.

ivaporunduvatur@yahoo.com.br www.quilombosdoribeira.org.br

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.