Radiação alcança 600 km da costa

A radioatividade da usina nuclear de Fukushima, no Japão, foi identificada a 643 quilômetros da costa do país, no Oceano Pacífico. Cientistas dizem que as leituras mostraram níveis até mil vezes maiores que o normal do isótopo 137 do césio. Eles sublinham, no entanto, que os níveis ainda estão muito abaixo daqueles que podem causar dano à vida marinha. / AP

O Estado de S.Paulo

22 de fevereiro de 2012 | 03h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.