Rapaz é acusado de seqüestrar ex-namorada no PR

A Polícia Militar prendeu na tarde de hoje Alexandre da Cruz Pinto, de 20 anos, acusado de seqüestrar e manter em cárcere privado a ex-namorada, uma adolescente de 16 anos, desde sexta-feira, em Sarandi, a cerca de 400 quilômetros de Curitiba, no norte do Paraná. Segundo denúncias, o rapaz ficou andando com a jovem pela região e, quando precisava buscar alimentos ou água, acabava amarrando-a em uma árvore. A mãe do suspeito também foi presa, sob acusação de ajudar no seqüestro. Na sexta-feira, por volta das 16 horas, a adolescente, que já morou com o acusado por seis meses e estava separada dele havia um mês e meio, teria ido à casa do rapaz com uma irmã para ajudar a levar um aparelho de som. Mas, quando entrou na casa, o rapaz a rendeu e disse que ela não sairia, pois ele queria reatar o relacionamento. A irmã contou para a mãe, que comunicou a polícia. Segundo a polícia, a mãe de Alexandre sabia do seqüestro, mas não deu nenhuma informação. Hoje, a polícia foi informada por um pescador sobre um casal com atitudes suspeitas. Quando abordado, o rapaz fugiu para uma mata e disse que mataria a adolescente caso houvesse aproximação. No entanto, enquanto conversavam os policiais perceberam que o rapaz não estava armado e fizeram a prisão. A adolescente disse informalmente à polícia que ele é dependente químico e a mantinha amarrada enquanto moravam juntos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.