Rapper TI é condenado a 1 ano por porte ilegal de arma

O premiado rapper TI foi sentenciado na sexta-feira numa corte federal de Atlanta a um ano e um dia de prisão por porte ilegal de metralhadoras e silenciadores. A promotoria elogiou suas declarações contra a violência desde que foi detido.

REUTERS

27 de março de 2009 | 18h58

TI, 28 anos, cujo nome real é Clifford Harris, podia pegar até 20 anos de prisão, o que na prática encerraria sua carreira. Ele aceitou prestar serviços comunitários para reduzir a sentença.

O músico vencedor de dois prêmios Grammy em 2006, percorreu os EUA nos últimos meses falando a dezenas de milhares de jovens sobre os perigos do uso de drogas e do envolvimento com gangues. Assim, ele já completou mais de mil horas de serviço comunitário.

A pena de um ano e um dia ainda pode ser reduzida em 15 por cento se ele demonstrar bom comportamento.

Em nota, o promotor David Nahmias disse que o serviço comunitário de TI superou as expectativas da promotoria, e que "ainda há mais pela frente quando ele deixar a prisão".

(Reportagem de Karen Jacobs e Alex Dobuzinskis)

Mais conteúdo sobre:
1822TIPENA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.