Rebaixamento do River Plate causa comoção na Argentina

Partida foi abandonada por causa de distúrbios causados por torcedores.

BBC Brasil, BBC

26 Junho 2011 | 19h21

O River Plate, um dos times mais tradicionais da Argentina, foi rebaixado para a segunda divisão do futebol do país neste domingo ao empatar em casa por 1 a 1 com o Belgrano de Córdoba em partida abandonada por causa de distúrbios causados pela torcida.

O jogo, realizado no estádio do River em Buenos Airers, o Monumental de Núñez, teve que ser abandonado no último minuto em meio a cenas de caos.

A polícia disparou canhões de água em direção à arquibancada, após torcedores revoltados do River terem invadido o campo.

A segurança para a partida já era alta, com a presença de 2 mil policiais.

Pelo menos 25 torcedores e quatro policiais ficaram feridos, segundo a imprensa argentina. Há relatos de vandalismo nas imediações do estádio.

A equipe, que precisava vencer por dois gols de diferença para se manter na divisão de elite argentina, saiu na frente, mas cedeu o empate e chegou a perder um pênalti.

Histórico

Esta foi a primeira vez em seus 110 anos de história que o River Plate é rebaixado.

O time é o recordista de títulos argentino, mas vem enfrentando sérios problemas financeiros.

A dívida atual é calculada em US$ 19 milhões (cerca de R$ 30 milhões).

Nas últimas semana, vários torcedores do River vinham exigindo a demissão do presidente do clube, Daniel Passarella.

O ex-zagueiro da seleção argentina é um dos maiores ídolos da história do River Plate, mas vinha sendo responsabilizado pela péssima campanha da equipe. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.