Rebeldes sírios dizem enfrentar 7 mil militares do governo

Rebeldes sírios que defendem o distrito sitiado de Baba Amro, na cidade síria de Homs, relataram que houve mais confrontos na madrugada e disseram que enfrentam ao menos 7 mil militares leais ao presidente Bashar al-Assad.

REUTERS

29 de fevereiro de 2012 | 21h12

Uma autoridade do Exército Livre Sírio, Mohaimen al-Rumaid, disse à Reuters na quinta-feira (horário local) que forças de oposição no resto da Síria foram ordenadas a intensificar a luta contra as forças do governo para aliviar a pressão sobre Homs, que está sob constantes bombardeios de artilharia e de foguetes há 26 dias.

Diplomatas disseram mais cedo que a temida 4a Divisão Blindada estava montando uma operação para "acabar" com os rebeldes em Baba Amro.

A 4a Divisão Blindada comandada por Maher al-Assad, o irmão mais novo do presidente, ganhou uma reputação de crueldade durante a revolta do ano passado contra o governo.

(Reportagem de Khaled Yacoub Oweis)

Tudo o que sabemos sobre:
SIRIASREBELDESFORCAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.