Recém-nascido é achado em lata de lixo em Jacareí

O menino é levado à UTI Neo-Natal, respira com a ajuda de aparelhos e permanece em estado grave

Simone Menocchi, Agencia Estado

30 de novembro de 2007 | 16h58

Um recém-nascido prematuro, com sete meses de gestação, foi encontrado em uma lata de lixo do hospital São Francisco, em Jacareí, no interior de São Paulo. Segundo a Polícia Civil, que registrou o caso como tentativa de homicídio, a mãe Andréa Rodrigues da Silva, de 21 anos, é a principal suspeita.Ela procurou o hospital na madrugada desta sexta-feira, 30, reclamando de dores abdominais e lombares. Os médicos desconfiaram que a mulher estivesse grávida, mas ela negava. Ainda na fila de espera, Andréa teria pedido para ir ao banheiro e apresentado uma grave hemorragia em seguida.O bebê foi encontrado em uma das latas de lixo da maternidade, com vida. O menino, com 1,5 quilo, foi levado à Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) Neonatal, respira com a ajuda de aparelhos e permanece em estado grave. A mãe da criança permanecia internada e irá responder por abandono de incapaz e tentativa de homicídio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.