Recife e Manaus têm paralisações de ônibus

Motoristas e cobradores de ônibus do Recife entraram em greve nesta segunda-feira, 1. Eles reivindicam um aumento salarial de 33%. Ao todo, cerca de 1,6 milhão de pessoas devem ser afetadas pela paralisação. Terminais de ônibus na cidade estão lotados nesta manhã e as regiões mais afetadas são a oeste e a norte, que não contam com metrô.

AE, Agência Estado

01 de julho de 2013 | 11h42

Em Manaus, trabalhadores do transporte público também realizaram manifestações nesta segunda. Funcionários da empresa Global Transportes reivindicam a atualização do FGTS e INSS que, segundo eles, não vinha sendo debitado pela companhia.

O protesto gerou revolta na população que invadiu a garagem da empresa, depredou mais de 10 ônibus e saqueou computadores. A PM foi acionada e utilizou balas de borracha e bombas de gás lacrimogêneo para dispersar os manifestantes. A situação foi tranquilizada, mas um grupo ainda segue no local e os trabalhadores dizem que só aceitam negociar se o prefeito for ao local.

Mais conteúdo sobre:
greveônibusRecifeManaus

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.