Recomeçam buscas por monomotor desaparecido no RJ

As buscas pelo monomotor desaparecido no início da noite da última terça-feira no Rio de Janeiro recomeçaram nesta quinta-feira. O avião, modelo Piper PA-46 de prefixo PT FEM, decolou do aeroporto de Jacarepaguá, zona oeste do Rio, com destino ao aeroporto Campo de Marte, em São Paulo, mas o contato com a torre de controle foi perdido. Duas pessoas estavam a bordo. O avião era pilotado por Fernando Rubinho Lopes, de 36 anos, e o passageiro foi identificado como sendo Francisco Fernandes.

GHEISA LESSA, Agência Estado

23 de agosto de 2012 | 12h29

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou que o monomotor pertence a uma empresa particular e sua documentação estava regular. Nenhum chamado de emergência foi registrado pelos dois aeroportos. Conforme registros da Infraero de Jacarepaguá o contato com a aeronave foi perdido minutos depois da decolagem. A duração prevista da viagem era de 1h15 e portanto o avião deveria ter pousado em Campo de Marte às 20h40 da terça-feira.

Como a suspeita maior das autoridades é de que a aeronave tenha caído no mar, as buscas estão concentradas nessa área e contam com a ajuda da Marinha. Equipes do 1º Distrito Naval da Marinha do Rio fizeram uma espécie de varredura na quarta-feira sobre o mar, sem sucesso.

As buscas que recomeçaram nesta manhã estão sendo feitas ao sul de Jacarepaguá e na região da Baia de Sepetiba. Um helicóptero da FAB também sobrevoa o local na tentativa de avistar qualquer destroço. A procura é feita por observação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.