Redação é o diferencial do segundo dia de prova

Os estudantes também devem resolver as questões de linguagens e matemática em 5h30 de teste

O Estado de S.Paulo

23 de outubro de 2011 | 03h01

Às 13 horas (horário de Brasília), deve começar para os cerca de 5,3 milhões de estudantes a segunda etapa do Enem. Hoje os candidatos têm de estar preparados para a prova mais longa do exame.

Serão 90 questões de linguagens (português e língua estrangeira) e matemática, além da redação. O candidato tem cinco horas e meia para finalizar a prova - uma hora a mais do tempo do primeiro dia. A dica geral para superar com tranquilidade a bateria de exercícios e o texto é levar água e alguma coisa para comer, como barras de cereal.

Os candidatos só podem sair após duas horas e meia de prova. Apenas quem sair na última meia hora do exame poderá sair com os cadernos de questões.

Segundo professores consultados pelo Estado, as questões de matemática costumam ser as mais exigentes do Enem - por possuir uma abrangência de temas. A prova de linguagens costuma exigir mais interpretação de texto do que conteúdos específicos. Uma leitura atenta das questões, textos de apoio ou imagens pode fazer a diferença.

No caso de língua estrangeira, são cinco questões do idioma selecionado na inscrição - inglês ou espanhol. Não é possível trocar de opção na prova. Quando o Enem estreou a prova de língua estrangeira, no ano passado, as perguntas eram em inglês, com alternativas em português - modelo que deve se manter.

Já na redação, o candidato terá de escrever um texto dissertativo argumentativo, com o mínimo de oito linhas, que apresente uma proposta de intervenção à problemática proposta no tema.

Segundo a professora do laboratório de Redação do Objetivo Maria Aparecida Custódio, o ideal é escrever um texto direto. "Quanto mais objetivo, mais chance tem de se sair bem. O aluno deve mostrar competência de texto, coesão, e não esquecer de apresentar a proposta de intervenção ao tema." / P.S.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.