Rede lança lista de cardeais que teriam protegido pedófilos

A Rede de Sobreviventes de Abusados por Padres (Snap, sigla em inglês) publicou ontem uma lista negra com o nome de 12 papáveis que teriam protegido padres pedófilos e pediu que a Igreja leve a sério a proteção das crianças, a ajuda às vítimas e as denúncias de corrupção.

O Estado de S.Paulo

07 de março de 2013 | 02h06

"Queremos dizer aos prelados católicos que deixem de fingir que o pior já passou (sobre os abusos sexuais)", afirmou David Clohessy, diretor da associação.

Na lista constam os cardeais Leonardo Sandri (Argentina), George Pell (Austrália), Marc Ouellet (Canadá), Timothy Dolan, Sean O'Malley e Donald Wuerl (Estados Unidos), Peter Turkson (Gana), Oscar Rodríguez Maradiaga (Honduras), Tarcisio Bertone e Angelo Scola (Itália), Norberto Rivera Carrera (México) e Dominik Duka (República Tcheca). / AGÊNCIAS INTERNACIONAIS

Tudo o que sabemos sobre:
papaBento XVIIgreja

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.