Rede pública de SP vai oferecer aulas de reforço

A Secretaria Estadual da Educação definiu que os 45 dias iniciais do ano letivo na rede de ensino serão de reforço em língua portuguesa e matemática, ou seja, os alunos terão, durante esse período, foco exclusivo em matemática e língua portuguesa. A novidade já valerá a partir do próximo ano e será para todas escolas estaduais de 5ª a 8ª séries do ensino fundamental e para o ensino médio. O objetivo é reforçar para toda a rede a aptidão em português e matemática, disciplinas consideradas básicas para aprendizado de qualquer outro tema.A secretária estadual de Educação, Maria Helena Guimarães Castro, disse que a medida será implantada juntamente com as alterações na grade curricular da rede. "Fizemos um estudo e vimos que é possível ter este período de reforço, sem prejuízo para os outros conteúdos, que serão oferecidos no restante do ano. Em história, por exemplo, haverá interpretação de textos históricos, reforçando língua portuguesa".Além desse período de reforço, a secretaria organiza uma recuperação para o meio do ano, ao final do primeiro semestre, dependendo do desempenho que os alunos tiverem nos dois primeiros bimestres. A Secretaria Estadual de Educação também está preparando, para o próximo ano, a confecção de propostas curriculares que vão auxiliar os professores com relação aos conteúdos que devem ser ministrados em cada bimestre. De acordo com Maria Helena, será uma base para as aulas. "A partir daí, os professores terão liberdade para trabalhar dentro da sala. Vamos também disponibilizar exemplos de planos de aula, que estamos recolhendo na própria rede. Seu uso ficará a critério dos professores".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.