Redes sociais são arma para ampliar doadores

As redes sociais são a aposta do Ministério da Saúde para ampliar o número de doadores de sangue, disse ontem o ministro Alexandre Padilha. Segundo ele, o banco virtual criado pelo ministério no Facebook, em novembro, já conta com mais de 7 mil doadores voluntários. O objetivo é dobrar esse número até o fim do ano. A iniciativa cadastra potenciais doadores e os direciona aos hemocentros mais próximos. Atualmente, 2% da população brasileira é de doadores - a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda 3%.

O Estado de S.Paulo

15 de junho de 2012 | 03h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.