RedeTV! é alvo de ação por ofensa a ateus

A suposta veiculação de mensagens ofensivas contra ateus motivou uma ação civil pública do Ministério Público Federal contra a emissora Rede TV! e a Igreja Internacional da Graça de Deus.

, O Estado de S.Paulo

19 de agosto de 2011 | 00h00

Segundo a Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão em São Paulo, durante o programa O Profeta da Nação, que foi ao ar em 10 de março, o apresentador João Batista afirmou: "Chega para a frente em nome de Deus. Só quem acredita em Deus pode chegar para a frente. Quem não acredita em Deus pode ir para bem longe de mim, porque a pessoa que não acredita em Deus é perigosa. Ela mata, rouba e destrói. O ser humano que não acredita em Deus atrapalha qualquer um. Mas quem acredita em Deus está perto da felicidade."

A procuradoria argumenta que as declarações ferem a Constituição Federal. A RedeTV! afirma que não vai se pronunciar porque o programa é uma produção independente. Além disso, a assessoria de comunicação alega que a RedeTV!, até o momento, não foi citada pela Justiça.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.