Refinaria de Pasadena tem comprador, mas não está à venda, diz Petrobras

A Petrobras tem propostas de interessados em comprar a refinaria de Pasadena, nos EUA, mas os valores ofertados não cobrem o que a companhia pagou no passado pela unidade de refino texana, disse nesta terça-feira a presidente-executiva da estatal, Maria das Graças Foster, em audiência no Senado.

Reuters

15 Abril 2014 | 14h07

Ela acrescentou que a refinaria não está incluída no plano de venda de ativos da estatal, uma vez que a compra pela Petrobras é investigada por diversos órgãos, como o Tribunal de Contas da União.

"A melhor oferta que nós temos não cobre o que pagamos por Pasadena, mas temos uma proposta melhor do que tínhamos meses atrás, porque as margens saíram daquele 'vale', em vermelho, e elas estão subindo", disse a executiva.

(Por Gustavo Bonato em São Paulo)

Mais conteúdo sobre:
ENERGIAPETROBRASBRPASADENA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.