Refrigerante light não causa diabete tipo 2

Estudo da Universidade de Harvard, nos EUA, mostra que refrigerantes e bebidas light, adoçados artificialmente, não causam diabete. O objetivo do estudo, publicado no American Journal of Clinical Nutrition, era examinar a ligação entre essas bebidas e a diabete tipo 2, o tipo mais comum da doença nos EUA. Os cientistas pesquisaram 40 mil homens, que consumiram as bebidas por um período de 20 anos. / EFE

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.