Rei Abdullah manda dissolver o Parlamento

O rei Abdullah, da Jordânia, dissolveu ontem a Câmara Baixa do Parlamento, dois anos antes do prazo. Ele também ordenou a antecipação das eleições, mas não estabeleceu uma data. Nenhuma justificativa foi apresentada, mas a decisão foi tomada em meio a críticas à Câmara, que não teria sido capaz de aprovar leis consideradas cruciais.

, O Estadao de S.Paulo

24 de novembro de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.