Reino Unido piorou sob a rainha Elizabeth, diz pesquisa

Quase metade dos britânicos acredita que a Grã-Bretanha mudou para pior durante os 60 anos do reinado de Elizabeth 2a, mas a maioria considera que as celebrações dessa data serão boas para os negócios e para o caráter britânico, segundo uma pesquisa divulgada nesta segunda-feira.

REUTERS

28 Maio 2012 | 16h56

Uma multidão deve celebrar o jubileu de diamante da rainha, que tem 86 anos, na semana que vem. Haverá um concerto no palácio de Buckingham, uma procissão por Londres e um desfile fluvial com mil barcos no Tâmisa.

Para 47 por cento dos entrevistados na pesquisa ITV News/ComRes, a Grã-Bretanha era um lugar melhor antes de ela ser rainha. Um pouco mais da metade diz que não pretende ir às celebrações.

A pesquisa não mostra o que os britânicos acham que piorou. O atual reinado é marcado pelo fim do outrora vasto império, na segunda metade do século 20, e hoje em dia muitos britânicos se ressentem das medidas de austeridade adotadas pelo governo contra o déficit público.

Para 80 por cento dos britânicos, as celebrações serão boas para a imagem da Grã-Bretanha no mundo, e 65 por cento acham que irão ajudar a economia. Só 14 por cento são contra a monarquia.

A ComRes entrevistou 2.056 britânicos adultos entre os dias 25 e 28 de maio.

(Reportagem de Mohammed Abbas)

Mais conteúdo sobre:
REINOUNIDORAINHAPESQUISA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.