Reino Unido vai autorizar doação de óvulos para clonagem

O governo do Reino Unido aprovou planos para permitir que mulheres doem óvulos para pesquisas envolvendo células-tronco e clonagem, informando, ainda, que as doadoras terão direito a compensações financeiras pelos custos envolvidos.Mulheres que estejam se submetendo a tratamentos de fertilidade terão desconto por óvulo doado, dizem as autoridades, e outras receberão o equivalente a até R$ 1.000 para cada ciclo de fertilização, para cobrir custos como despesas de viagem e faltas ao trabalho.Os óvulos serão usados para criar embriões clonados, na esperança de que sirvam como fontes de células-tronco. Alguns pesquisadores britânicos preocupam-se com a mudança - que alinha o Reino Unido a várias outras nações européias -, porque temem que a nova norma encoraje mulheres a vender óvulos. "É exploração, porque haverá mulheres atraídas pelo pensamento das 250 libras", disse o médico StephenMinger, diretor do Laboratório de Células-Tronco do King´s College. "Fico muito desconfortável com a idéia de venda de tecidos e partes do corpo". Outros especialistas acusam o governo de fazer pouco caso dos riscos que a doação oferece à mulher.

Agencia Estado,

21 de fevereiro de 2007 | 19h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.