Relações perigosas

Depois do ótimo 'Credores', o Grupo Tapa volta a encarar um grande texto do sueco August Strindberg. Senhorita Júlia, que estreia hoje (8), examina tensões de gênero e de classe mostrando o conflito entre uma jovem aristocrata e seu criado.

O Estado de S.Paulo

08 de março de 2013 | 02h12

A direção é de Eduardo Tolentino de Araújo. Viga Espaço Cênico.

R. Capote Valente,

1.323, metrô Sumaré, 3801-1843. 70 min.

14 anos. 3ª a 5ª e sáb., 21h; 6ª, 21h30; dom., 19h. R$ 40. Até 31/3.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.