Remador é resgatado após jornada de 10 meses

Um aventureiro italiano que passou 10 meses remando mais de 9.500 milhas náuticas (18.000 quilômetros) pelo Pacífico foi resgatado a cerca de 65 milhas náuticas de seu objetivo final - a Austrália, após condições climáticas severas deixá-lo sem energia no final de sua jornada. Alex Bellini, que iniciou sua viagem em fevereiro, no Peru, entrou em contato com sua esposa na sexta-feira (12) e disse que estava exausto de remar em seu barco de 25 pés (7,5 metros), a despeito de estar perto de avistar Laurieton, uma cidade ao leste da Austrália. A sua esposa ligou para as autoridade e uma embarcação australiana rebocou o barco do remador de 30 anos até a praia. Eles chegaram a Newcastle, localizada a cerca de 100 milhas (160 quilômetros) ao Norte de Sydney na manhã deste sábado. Magro e portando uma barba densa, Bellini não se mostrou deprimido durante seu encontro com a mulher. "Estou me sentindo bem, mas exausto", declarou. "Eu preciso de um tempo para relaxar". Ventos fortes dificultaram seus esforços de aproximação da costa australiana por diversos dias. Na sexta-feira, ele falou que sua energia tinha se esgotado. (Patricia Lara)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.