Remédio com ação mais rápida para disfunção erétil é aprovado nos EUA

Um remédio para disfunção erétil que reduz à metade o tempo que os pacientes precisam para tomar o medicamento antes da atividade sexual foi aprovado para venda nos Estados Unidos.

REUTERS

18 Setembro 2014 | 15h47

O Stendra é o primeiro remédio para disfunção erétil aprovado pela Administração Federal de Drogas e Alimentos dos EUA que pode ser tomado cerca de 15 minutos antes da atividade sexual.

O remédio foi aprovado inicialmente em 2012, quando foi indicado para uso 30 minutos antes do sexo.

O medicamento, desenvolvido pela Vivus, é comercializado nos Estados Unidos e Canadá pela Auxilium Pharmaceuticals.

As ações da Vivus tinham alta de cerca de 13 por cento nesta quinta à tarde.

O Viagra, droga para disfunção erétil da Pfizer, pode ser tomado cerca de uma hora antes da atividade sexual.

O Vivus, mais conhecido pelo remédio para obesidade Qysmia, possui os direitos comerciais internacionais para desenvolvimento e comercialização do Stendra para uso em casos de disfunção erétil, exceto em alguns países da Ásia na costa do Pacífico.

O Sanofi tem uma licença para comercializar o Stendra na África, Oriente Médio, Turquia e na Comunidade de Estados Independentes, incluindo a Rússia.

O Stendra, que é vendido como Spedra na União Europeia, está disponível em múltiplas dosagens e pode ser ingerido com ou sem comida e consumo moderado de álcool, disse a empresa nesta quinta-feira.

(Reportagem de Natalie Grover, em Bangalore)

Mais conteúdo sobre:
SAUDESTENDRADISFUNCAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.