Renovada, Ranger 2005 chega em breve

A Ford guarda a sete chaves e alguns concessionários nem sequer ouviram falar da novidade, mas a Ranger 2005 está prestes a chegar às lojas. Fontes da montadora e distribuidores que viram a nova versão afirmam que, de modo geral, a picape passou por uma pequena atualização, o que a deixou com aspecto mais robusto e agressivo. Houve mudanças na dianteira, que recebeu novo conjunto de grade e faróis, no capô, que ganhou ranhuras para torná-lo mais "encorpado", e na traseira, com as lanternas redesenhadas. O interior também passou por atualizações no painel e nos bancos."Não posso dizer que a Ranger tenha ficado parecida com a F-250 mas, em termos de comparação, dá para afirmar que as mudanças foram inspiradas na picape grande", diz um concessionário que viu o utilitário reestilizado. A oferta de Ranger na rede de distribuidores da Capital está escassa. "Existe um pequeno lote vindo para o Brasil que deve chegar nas próximas semanas. Depois disso, só a linha 2005", afirma uma fonte da montadora. Queda de vendas Com essa maquiagem, a Ford pretende dar um pouco mais de fôlego à caminhonete produzida na Argentina, cujo desenho, inalterado desde 1998, dá sinais claros de cansaço, traduzidos na queda dos números de vendas. Segundo dados da Fenabrave, a federação nacional que reúne os concessionários de veículos, da segunda posição entre as cinco picapes médias mais vendidas no País em 2002, a Ranger passou para o quarto lugar em 2003 - uma queda de quase 40%. As vendas da Chevrolet S10, líder do segmento, tiveram redução de 33,5% no mesmo período. Entre os anos de 2002 e 2003, o mercado dessas cinco picapes apresentou retração em torno de 20%. Entre janeiro e junho deste ano, a picape da Ford ocupa a quarta posição neste ranking, somando 3.231 unidades vendidas, apenas uma a menos que a Nissan Frontier, que amargava a quinta posição há dois anos - antes de ser reestilizada e nacionalizada. A renovação visual no final do ano passado também fez bem ao modelo da Mitsubishi: pelo menos neste ano, a L200 só perde em vendas para a picape da Chevrolet. Líder muda pouco A exemplo do que já ocorreu com as linhas 2005 de Astra e Zafira, os demais modelos da GM também passarão a contar com três níveis de acabamento, inclusive para S10 e Blazer. Mas, pelo menos por enquanto, não há indícios de mudanças estéticas na picape média da Chevrolet.

Agencia Estado,

15 de julho de 2004 | 06h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.