Renúncia de deputada obriga Cameron a teste nas urnas

O impopular governo do primeiro-ministro britânico, David Cameron, será submetido a um teste das urnas por causa da renúncia de uma deputada, anunciada na segunda-feira sob a alegação de razões familiares.

Reuters

06 de agosto de 2012 | 10h28

Louise Mensch, autora de romances "cor de rosa" e casada com o empresário da banda de rock Metallica, é deputada pelo Partido Conservador desde 2010. Sua renúncia levará à convocação de uma eleição extraordinária no distrito de Corby, na região inglesa de Midlands.

Os conservadores, principal partido da coalizão que governa o Reino Unido há dois anos, aparecem atrás dos trabalhistas nas últimas pesquisas nacionais, refletindo as dificuldades econômicas do país em meio à crise financeira global.

Os trabalhistas esperam reconquistar a vaga parlamentar em Corby, que foi perdida na última eleição nacional. Uma vitória na eleição suplementar, no entanto, terá um efeito apenas simbólico, já que Cameron tem uma maioria de 83 parlamentares.

A popularidade dos conservadores diminuiu ainda mais após a divulgação, em março, de uma proposta orçamentária que reduz a carga tributária dos mais ricos e eleva as cobranças sobre idosos.

Cameron também enfrenta pressão de alguns parlamentares conservadores que acusam os parceiros liberal-democratas de estarem afastando o partido dos seus tradicionais princípios de ceticismo em relação à Europa e ao Estado do bem-estar.

Mensch, de 41 anos, é autora de romances de sucesso, como "Career Girls", "Glamour" e "Desire", lançados sob seu nome de solteira, Louise Bagshawe. No Parlamento, ela chamou a atenção por sua participação nos interrogatórios de Rupert e James Murdoch, durante uma CPI sobre o escândalo de grampos telefônicos realizados por jornalistas na Grã-Bretanha.

Usuária assídua do Twitter, habituada a posar para revistas, Mensch disse que decidiu renunciar e se mudar para Nova York, onde mora seu marido, pois esse será "o melhor resultado para a minha vida familiar".

Antes, ela já havia dito que tem dificuldades para conciliar a vida parlamentar, os cuidados a três filhos pequenos do seu primeiro casamento e o relacionamento com o marido nos EUA. Ela se casou em junho do ano passado com Peter Mensch, empresário do Metallica.

Mais conteúdo sobre:
GBRETANHARENUNCIADEPUTADA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.