REPERCUSSÃO-Líderes católicos no Brasil comentam sobre novo papa

O cardeal argentino Jorge Mario Bergoglio foi escolhido como novo papa nesta quarta-feira para liderar a Igreja Apostólica Romana, no segundo dia de votação na Capela Sistina, no Vaticano. Bergoglio escolheu ser chamado de Francisco.

Reuters

13 de março de 2013 | 17h17

Veja abaixo declarações sobre a escolha do novo papa no Brasil:

DOM ORANI TEMPESTA, ARCEBISPO DO RIO DE JANEIRO:

"Isso demonstra que a Igreja está olhando para o continente latino-americano."

"O papa que viria seria o papa de todos nós, independente da nacionalidade."

"Já se ouvia muito em Roma que era preciso se voltar para... América Latina. Esse sinal foi dado."

DOM LEONARDO STEINER, SECRETÁRIO-GERAL DA CNBB:

"Nós estamos felizes, satisfeitos, já por termos um novo papa, e a escolha de um latino-americano vem mostrar que a Igreja se abre, ela está voltada para toda a Igreja, não é mais uma Igreja só voltada para a Europa."

"Se fosse um brasileiro também ficaríamos contentes, mas estamos muito contentes e o nome que ele escolheu também é muito significativo. Francisco de Assis já ajuda a mostrar um pouquinho como ele vê seu serviço como bispo de Roma."

"É um homem muito simples, muito próximo ao povo e nós pudemos perceber isso no gesto, no momento que pediu a oração de todos e se inclinou na direção de todos."

(Reportagem de Ana Flor, em Brasília, e Sérgio Spagnuolo, no Rio de Janeiro)

Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.