Repressão a ambulantes gera conflito no centro do SP

Um confronto entre vendedores ambulantes e guardas civis metropolitanos prejudicou ainda mais o movimento na região do Brás, no centro de São Paulo, no fim da manhã de hoje. Segundo informações da Guarda Civil Metropolitana (GCM), o conflito começou por volta das 12 horas, na região do Largo da Concórdia, quando os guardas faziam repressão aos camelôs irregulares, que reagiram contra a apreensão de mercadorias. Até 12h30, nem a Polícia Militar nem a GCM tinham informações sobre feridos ou detidos. As ruas do Brás ficaram congestionadas na manhã de hoje em conseqüência do grande volume de carros e pessoas transitando pelo local em busca de compras de Natal e fim de ano. Por esse motivo, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) recomenda aos motoristas que evitem circular na região. A situação agravou-se em razão do feriado municipal em cidades próximas, o que ocasionou a lotação dos bolsões de estacionamento de ônibus na região.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

08 Dezembro 2008 | 13h01

Mais conteúdo sobre:
violência ambulantes São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.