Republicanos levam disputa acirrada para o sul dos EUA

Os pré-candidatos republicanos à Presidência dos Estados Unidos Mitt Romney, Rick Santorum e Newt Gingrich disputam na terça-feira acirradas eleições primárias no Mississippi e Alabama, e em ambos as pesquisas indicam situação de triplo empate técnico.

JOHN WHITESIDES E DEBORAH CHARLES, REUTERS

13 Março 2012 | 20h45

Numa campanha marcada pela imprevisibilidade, esses Estados do sul são cruciais para os três candidatos, por razões diferentes.

Para Gingrich, pode ser a última chance de manter sua pré-candidatura viva; para Santorum, é a oportunidade de se firmar como o grande nome conservador da disputa, afastando Gringrich; para o moderado Romney, seria uma vitrine para provar que ele também é capaz de seduzir os conservadores sulistas.

O Sul dos EUA é uma região com um grande contingente de evangélicos conservadores, um eleitorado disputado com afinco por Gingrich e Santorum. Apesar dessa rivalidade, Gingrich sinalizou numa entrevista por rádio no Alabama, na terça-feira, que poderia afinal se unir a Santorum contra Romney.

"Transcorridas as primárias, eu não me surpreenderia, se ainda estiver como agora, em ver os conservadores juntos", disse Gingrich. "A maioria (dos eleitores republicanos) está dizendo não a Romney. O maior bloco está dizendo (sim a) Romney, mas não é um bloco grande suficiente para ser maioria. Agora estamos começando a pensar que ele literalmente não será capaz de conseguir os delegados para obter a indicação (na convenção republicana)."

Romney conseguiu abrir uma grande vantagem na contagem de delegados para a convenção que indicará o candidato do Partido Republicano para enfrentar o democrata Barack Obama na eleição geral de novembro.

Falando num comício em Biloxi, no Mississippi, Santorum disse que um conservador como ele teria mais chance de vencer Obama em novembro.

Caso a disputa fique acirrada até o final das votações nos Estados, é possível que nenhum pré-candidato obtenha na convenção o "número mágico" de 1.144 delegados.

"Dá para imaginar algo que fosse um maior presente para Barack Obama do que não termos um indicado até o final de agosto? Isso não vai acontecer", disse Romney na segunda-feira à CNBC.

Romney atualmente soma 454 delegados, Santorum tem 217, e Gingrich acumula 107. Na terça-feira, estão em jogo 50 vagas no Alabama e 40 no Mississippi. Também há caucus (assembleias eleitorais) para a definição de 17 convencionais do Havaí. Em todos esses Estados, a distribuição dos delegados é proporcional à votação obtida.

No fim de semana, haverá um caucus em Missouri e uma eleição primária em Porto Rico.

Mais conteúdo sobre:
EUAELEICOESSULPRIMARIAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.